Paulo Whitaker expõe “Temas para discussões inconclusivas” até 4 de novembro, na Galeria Marília Razuk, em São Paulo. São pinturas que causam estranheza e desconforto. Pelo menos é o que o artista procura quando as produz e é o que o leva de volta à abstração, à tela inúmeras vezes. De certa forma, estas obras estão interligadas como palavras em uma sentença. Na verdade, Paulo prefere intitular exposições a trabalhos individuais. Assim, fragmentos de pensamentos formam uma ideia comum.

Sobre o artista
Paulo Whitaker nasceu em São Paulo, em 1958. Formou-se em Educação Artística pela Universidade para o Desenvolvimento do Estado de Santa Catarina (Udesc) em 1984. Frequentou como artista residente a Plug In ICA (Winnipeg, Canadá, 1991), o E-Werk Freiburg (Freiburg, Alemanha, 1992) e o Banff Centre for the Arts (Banff, Canadá, 1999). Vive e trabalha em São Paulo.