Renata Egreja

  • Renata Egreja | ‘Já que temos tempo, sejamos felizes’ | Museu de Arte de Goiânia | 10.07.18 a 26.08.18
    Permalink Gallery

    Renata Egreja | ‘Já que temos tempo, sejamos felizes’ | Museu de Arte de Goiânia | 10.07.18 a 26.08.18

Renata Egreja | ‘Já que temos tempo, sejamos felizes’ | Museu de Arte de Goiânia | 10.07.18 a 26.08.18

A artista Renata Egreja inaugura no dia 10 de julho exposição individual no Museu de Arte de Goiânia com visita guiada por ela no dia de abertura.
A exposição contará com um apanhado de obras de diversos momentos e uma grande pintura inédita intitulada ‘Já que temos tempo, sejamos felizes’. Nelas dois seres dialogam em meio a um ambiente onírico e fantasioso. Em que tempo eles estão? A pintura tem um tempo?
Segundo a artista, essa obra carrega o nome da exposição que é otimista e se posiciona como uma bandeira de esperança perante as tragédias cotidianas, as vezes perante um expectador mais aflito pode parecer irônica.
‘Já que temos tempo, sejamos felizes é uma exposição contemporânea, onde sentimentos de impermanência, ilusão e alienação correm lado a lado com a urgência de deslocamento e mudança. Minhas pinturas narram essas desventuras de forma sutil e poética’, explica a artista.
A exposição fica aberta para divulgação até 26 de agosto.
Sobre a artista
Renata Egreja nasceu em São Paulo em 1984. Iniciou os estudos em artes visuais na FAAP e terminou na Ecole dês Beaux Arts de Paris, onde também concluiu o mestrado em 2010. Quando retornou para São Paulo participou de diversas exposições individuais e coletivas. Entre os prêmios mais relevantes obteve em 2012 o Premio Itamaraty de Arte Contemporânea e a residência artística na Índia oferecida pelo Itamaraty e o MAB Faap. Sua pintura é de forte inspiração ornamental e suas composições apresentam uma tendência um tanto quanto construtiva. A utilização de uma grande paleta de cores é uma forte característica de suas obras.

  • ArtRio 2016 | Matias Brotas arte contemporânea #10anos | STAND V3 | Pier Mauá | Rio de Janeiro - RJ | 28 de setembro a 02 de outubro
    Permalink Gallery

    ArtRio 2016 | Matias Brotas arte contemporânea #10anos | Stand V3 | Pier Mauá | Rio de Janeiro – RJ | 28 de setembro a 02 de outubro

ArtRio 2016 | Matias Brotas arte contemporânea #10anos | Stand V3 | Pier Mauá | Rio de Janeiro – RJ | 28 de setembro a 02 de outubro

Completando 10 anos em 2016, a Matias Brotas arte contemporânea se estabelece no cenário da arte contemporânea com vigor e comprometimento para fomentar a arte, incentivar a produção de jovens artistas e criar conexões entre críticos de arte, artistas, colecionadores, curadores e o público. Seu acervo é composto por artistas renomados no cenário nacional e internacional da arte contemporânea, como Manfredo de Souzanetto e José Bechara, além de investir em jovens e promissores talentos como Lara Felipe, Miro Soares, Raphael Bianco, Renata Egreja, Antonio Bokel e Mai-Britt Wolthers.

Faz parte do seu projeto curatorial exposições individuais e coletivas, possibilitando a circulação das obras de artistas consagrados, trazendo, ainda, o pensamento crítico de grandes curadores e críticos.

Entre as exposições coletivas relevantes da galeria citamos “A última Casa, a última paisagem” com curadoria de Agnaldo Farias. Entre as individuais contamos com artistas como Raphael Bianco, Paulo Vivacqua, José Bechara, Gabriela Machado e Renata Tassinari. Curadores do calibre de Waldir Barreto e Paulo Sérgio Duarte também firmaram suas assinaturas na galeria. A MBac lançou em 2013 o primeiro clube do colecionador de arte do Espírito Santo, que ruma à quarta edição, contribuindo para democratização e estimulo ao consumo de arte no Brasil.

A MBac consolida-se como expoente em arte contemporânea no Espirito Santo e a gradativa inserção no circuito de feiras visa ampliar a visibilidade dos artistas locais em âmbito nacional, bem como, promover intercâmbios, estabelecendo novas visões e possibilidades no mercado de arte.

Para a 6ª edição da ArtRio, a MBac selecionou 10 artistas para apresentarem sua produção mais recente.  Andrea Brown, Antonio Bokel, Lara Felipe, Manfredo de Souzanetto, Mai-Britt Wolthers, Raphael Bianco, Renata Egreja, Shirley Paes Leme, Suzana Queiroga e Vilar.

Andrea Brown é um dos grandes destaques do Stand. Além de fazer parte da #4edição do clube do colecionador da galeria, a […]

  • “Olhares e Perspectivas: a pintura no acervo” | até 03 de julho | MACS | Matias Brotas arte contemporânea
    Permalink Gallery

    ‘Olhares e Perspectivas: a pintura no acervo’ | até 03 de julho | MACS

‘Olhares e Perspectivas: a pintura no acervo’ | até 03 de julho | MACS

Está aberta no Museu de Arte Contemporânea de Sorocaba (MACS), a exposição “Olhares e Perspectivas: a pintura no acervo”. A mostra reúne 15 obras de artistas de todo o país, todas elas integrantes do acervo do museu, evidenciando as várias visões de mundo e as temáticas de cada autor e levando ao público o olhar da arte contemporânea por meio das diferentes expressões da pintura.

Uma das artistas com uma tela exposição é a paulista Renata Egreja. Renata vive e trabalha em São Paulo e é formada pela École National Supérieure des Beaux Arts, em Paris.

A jovem artista traz em suas pinturas cores que povoaram sua infância, formas naturais, exuberantes, uma luz clara que a faz pensar no sol tropical.

O objetivo do museu com a mostra de parte de seu acervo é propor um diálogo, um encontro entre um suporte pictórico e uma ideia. A obra de arte e o tema. A pintura e o autor.

Considerando cada um com seus olhares e perspectivas.

Também participam da exposição os artistas: Marco Giannotti, Adams Carvalho, Lucia Castanho, Pedro Lopes, Fabio Cardoso, Laura Mattos, Cristina Canale, Vânia Mignone, Rubens Ianelli, Manoel Veiga e Ana Luiza Dias Batista.

“Olhares e Perspectivas: a pintura no acervo”
Até 3 de julho
MACS – Museu de Arte Contemporânea de Sorocaba – Avenida Dr. Afonso Vergueiro, 450 – Centro

www.macs.org.br

Renata Egreja | ELAS | MAB-FAAP SP | 18 de abril

No dia 18 de abril, o Museu de Arte Brasileira da FAAP (MAB-FAAP), em São Paulo, abre a exposição “Elas – Mulheres Artistas no acervo do MAB”. A mostra reúne 82 obras, de autoria de 64 mulheres artistas dos séculos XX e XXI, que deixaram marcas na história da arte nacional e internacional.

Dentre as artistas convidadas como Anita Malfatti, Tarsila do Amaral, Djanira, Mira Schendel, Tomie Ohtake, Geórgia Kyriakakis, Anna Maria Maiolino, Carmela Gross, Teresa Nazar, Mary Vieira, também está a artista Renata Egreja, representada com exclusividade no Espírito Santo pela Matias Brotas arte contemporânea. Renata expõe a obra ‘Ravenala’, uma acrílica sobre tela, produzida em 2012.

A mostra, que vai até dia 25 de setembro, tem curadoria de José Luis Hernández Alfonso e Laura Rodríguez, e busca evidenciar que no universo das artes não é o fator gênero que define os atributos artístico-estéticos das obras e sim o potencial criativo de quem as executa. O objetivo é mostrar a ascensão feminina na arte brasileira. Durante a visita, o público terá a oportunidade de observar diferentes técnicas, como pintura, gravura, desenho, escultura, objeto, fotografia e vídeo.

  • Raphael Bianco, Lara Felipe e Renata Egreja na ArtRio Fair 2015 | Matias Brotas | Obra de Lara Felipe
    Permalink Gallery

    Lara Felipe, Raphael Bianco e Renata Egreja na ArtRio Fair 2015

Lara Felipe, Raphael Bianco e Renata Egreja na ArtRio Fair 2015

Aquarelas, telas, esculturas com diferentes técnicas fazem parte da seleção da Matias Brotas Arte Contemporânea para ArtRio Fair.
A Matias Brotas arte contemporânea participa pela primeira vez da ArtRio Fair 2015, que acontece entre os dias 09 e 13 de setembro, na Píer Mauá. A galeria estará no stand V13, localizado no Armazém 4. Matias Brotas selecionou três artistas da nova geração para a feira internacional.

Artistas da nova geração em ávida produção. Essa é a aposta da Galeria Matias Brotas Arte Contemporânea, que leva para seu stand da ArtRio  obras de Raphael Bianco, Renata Egreja e Lara Felipe.

O artista capixaba Raphael Bianco produziu pinturas inéditas especialmente para a feira internacional. São telas em grandes formatos (1,20 x 1,80m e 0,70 x 2,20m) em acrílica e óxido de ferro. As obras investigam o lugar do homem no mundo, refletindo deslocamentos, receios, expectativas e desejos diversos. Imagens desfocadas, paisagens misteriosas, hipnóticas e frequentemente sedutoras desafiam o olhar e a memória.

Ao longo de sua trajetória, Bianco vem despertando o interesse de críticos renomados como Paulo Sérgio Duarte e Waldir Barreto, que debruçaram-se em textos críticos sobre seu trabalho. Algumas de suas obras fazem parte dos acervos da Universidade Federal do Espírito Santo, do Banco do Estado do Espírito Santo, além de diversos colecionadores privados nacionais.

Já a artista Renata Egreja trabalha com obras que remetem à origem, não somente no sentido geográfico, como também da história da arte e da vida. Para a ArtRio, a Matias Brotas selecionou pinturas e aquarelas que fazem parte de sua produção mais recente, dentre as obras, ‘Enlace’, ‘Pomar’, ‘Trepadeira’, e ‘Menina Maria’. Renata se apropria de signos e imagens iconográficas, além de aspectos que remetem ao Carnaval, resultando num trabalho de potência e vivacidade.

Formada pela École […]

Edição #02 do Clube do Colecionador 

O Clube do Colecionador incentiva os apreciadores de arte contemporânea a adentrar o mundo do colecionismo e ampliar o acervo particular daqueles que já colecionam.

Assim como acontece em grandes centros como São Paulo, Rio de Janeiro e Belo Horizonte, Vitória também possui seu Clube do Colecionador de Arte, que este ano parte para sua 3ª edição. A iniciativa inédita no Estado é da Galeria Matias Brotas Arte Contemporânea.

Segundo as galeristas Sandra Matias e Lara Brotas, a criação do clube de colecionadores tem o objetivo de aproximar o público da arte contemporânea, incentivar amantes das artes a ter obras em variados suportes como pintura, aquarela, desenho, fotografia, escultura em seus acervos e apurar o olhar de pessoas interessadas a começar uma coleção.  “Além disso, o Clube desmitifica aquela ideia de que arte é inacessível. Ao contrário, as facilidades para adquirir uma obra de arte são cada vez maiores e qualquer pessoa pode começar uma coleção”, explica Lara Brotas

Clube do Colecionador
O Clube do Colecionador é lançado anualmente pela Galeria Matias Brotas. A cada edição um grupo de quatro artistas selecionados por um curador convidado, produz obras exclusivas para o clube.

A adesão ao clube confere aos associados, além da oportunidade de adquirir obras por valores e condições atrativos, um rol de benefícios através do cartão fidelidade: palestras com curadores e artistas, descontos nas próximas edições e em estabelecimentos parceiros, convites para vernissages e exposições a fim de aproximar ainda mais o colecionador da arte contemporânea.

A 1ª edição contou com obras inéditas dos artistas Fernando Augusto (aquarelas), Manfredo de Souzanetto (serigrafia), Nenna (objeto/escultura) e Renan Cepeda (fotografia). Já a segunda edição de 2015, que esgotou suas cotas logo após o lançamento,reuniu obras das renomadas artistas Rosana Paste (escultura), Shirley Paes Leme (serigrafia), […]