A Galeria Eduardo Fernandes, em São Paulo, abre a exposição “Incertezas Amanhecem”, da artista Mai-Britt Wolthers.

Ao todo, estarão expostas 10 obras que provocam o espectador por sua dualidade: a artista é exuberante, barroca e intensa, mas é também contida, objetiva e silenciosa.

A exposição estará aberta a visitação de segunda a sábado e a entrada é gratuita. Os trabalhos se resumem nas relações que consegue estabelecer entre forma, linha, cor, seja na pintura, escultura ou instalação.

“Gosto de fazer novas relações entre esses itens, sempre buscando o equilíbrio e às vezes até o desequilíbrio. Porém, sempre desejando alcançar o belo e a harmonia de alguma forma, mesmo em um trabalho menos equilibrado eu procuro a beleza, que obviamente é algo subjetivo”, destaca Mai-Britt.

Nascida na Dinamarca, a artista desde cedo convive com a tradição pictórica  dos grandes centros europeus.

O Brasil trouxe para a artista a riqueza e a exuberância das paisagens, é tema constante nas obras de Mai-Britt, e a capacidade de refletir sobre o tempo em ritmos e escalas diferentes.

Em agosto a artista terá individual na Galeria Matias Brotas, com uma exposição inédita.

Sobre a arista:

Reside no Brasil desde 1986, vive e trabalha em Santos e Sao Paulo. Sua produção tenciona as relações entre cor e forma, jogando com a ideia de um equilíbrio visual. Trabalha com pintura, escultura, gravura,video e instalações.

Realizou 14 exposições individuais, entre elas, Hileia no Centro Cultural dos Correios – RJ, 2010 e Equações no CCSP (Centro Cultural São Paulo), 2014.

Das suas exposições coletivas destacam-se X Bienal Nacional de Santos, 2006, e XI Bienal do Recôncavo, 2011 e I’m Rosa -Gallery Lamb-arts, London 2016.

Serviço:

“Incertezas Amanhecem”

Data: de 2 de abril a 4 de maio

Local: Rua Harmonia, 145, São Paulo – SP

Horário de funcionamento: segunda a sexta-feira, das 10h às 19h e sábado, das 11h às 15h