A individual apresentará cinco trabalhos inéditos do artista em vidros planos.

“Duplo Vidro” é o nome da individual de José Bechara que abre no dia 09 de abril, na Casa de Vidro, no Instituto Lina e Pietro Bo Bardi, em São Paulo. O artista apresentará cinco obras inéditas em vidros planos.

Os trabalhos serão organizados de modo a estabelecer conexões poéticas com a arquitetura interior e também exterior do icônico prédio. São peças que nascem de pesquisa recente do artista que lida com uma poética própria de materiais sobre transparência, peso, tempo, risco, fragilidade e que se liga ao interesse do artista pelo espaço. Os trabalhos e, cuja série tem sido mostrada em importantes instituições públicas como Ludwig Museum-Alemanha; Museu Oscar Niemeyer, Instituto Tomie Ohtake, Paço Imperial e Fundação Ibere Camargo no Brasil, ficarão em exposição até 8 de maio.

O artista carioca é representado no Espírito Santo pela Matias Brotas arte contemporânea. Bechara já participou de diversas bienais, fez exposições individuais e coletivas em diversas galerias e instituições, e possui obras em coleções públicas e privadas, a exemplo de MAM Rio de Janeiro – coleção Gilberto Chateaubriand–BR; Pinacoteca do Estado de São Paulo–BR; Museu Oscar Niemeyer-BR; Centre Pompidou-FR; Instituto Itaú Cultural–BR; ASU Art Museum USA; MoLLA–USA; Ella Fontanal Cisneros–USA; Universidade Cândido Mendes–BR; entre outras.