José Bechara apresenta individual “Thickness of void” com obras inéditas na galeria Diana Lowenstein Gallery, em Miami. A mostra traz 18 novas pinturas do artista produzidas em 2017 e também trabalhos recentes com vidro desenvolvidos especialmente para esta exposição.

A individual é formada por duas séries diferentes: uma delas, o artista usa técnicas envolvendo acrílicos e oxidações metálicas, como aço e cobre em lonas usadas e antigas; a outra série baseada nas possibilidades de pintura com vidro que tenta questionar temas como “espaço entre”, “gravidade”, “transparências” e às vezes “reflexão de imagens ao redor”, “fragilidade”, conforme planejado pelo artista.

Nesta nova exposição, José Bechara, oferece uma paleta ampliada revelada com contrastes coloridos e luminosos, além de obras estruturadas a partir de um quadro mais fechado. Uma grade construtiva marcada pela presença de pequenos territórios de pontos altos de cor que combinados com as linhas vertical e horizontal constituem um grau reconhecido da via pictórica de José Bechara e sua abordagem particular à experiência geométrica. “Prefiro observar a geometria não como um território afirmativo, mas como algo frágil, que precisa fazer grandes esforços para emergir, como todos nós “.

Sobre José Bechara
José Bechara vive e trabalha no Rio de Janeiro, Brasil. Ao longo do tempo, Bechara desenvolveu uma maneira única através do uso de diferentes métodos e materiais, permitindo novas experiências no campo pictórico. Em vez da tela branca, o artista usa materiais desgastados com o tempo, incidentes e práticas de um universo distante do artesanato tradicional da pintura. A matéria ferruginosa corroída pelo tempo, e as cores altas recentes criam efeitos cromáticos distintos de suas pinturas. Esta natureza experimental – juntamente com uma grande precisão estética e através do desenvolvimento de uma linguagem poética – leva o artista à criação de esculturas e instalações, associando seu trabalho, portanto, mais diretamente à arquitetura.
José Bechara tem obras em importantes coleções públicas como MAM Rio de Janeiro, Centro Pompidou, Museu Ludwig, Pinacoteca do Estado de São Paulo, Museu de Arte ASU, Ella Cisneros, Museu de Arte Contemporânea de Palma de Mallorca, Culturgest-Lisboa, Oscar Museum Niemeyer, CAC Málaga, Instituto Itaú Cultural, MAM Bahia, entre outros. O artista já mostrou seu trabalho em diversas individuais e exposições coletivas no Brasil e no exterior.

José Bechara | "Thickness of void" |Diana Lowenstein  | Miami | 06.02.17 à 31.01.18