Miro Soares começa 2017 participando de um grande evento internacional, a 12ª edição do Hors Piste, um festival de arte e de imagens em movimento que promove a experimentação de novas formas de arte, organizado pelo Centro Georges Pompidou desde 2006. O evento acontece entre os dias 25 de janeiro e 12 de fevereiro, em Paris, na França, e este ano foi intitulado Traversées, tendo o Mar e sua Travessia como guia para investigar importantes questões da atualidade.

Miro participa do Festival com seu trabalho Sea Studies [Baltics], 2010-2016, vídeo instalação para três telas, obra realizada com o apoio de Fundação Bienal de São Paulo, Programa Brasil Arte Contemporânea e Ministério da Cultura do Brasil.

Conhecido por introduzir novos talentos internacionais, Hors Pistes apresenta uma seleção de obras, um espelho da singularidade dos Cinemas do Centro Pompidou, com foco na diversidade. Criado para explorar as tendências mais inovadoras e vanguardistas da criação interdisciplinar de hoje, Hors Pistes reúne arte e imagens em movimento através de projeções, instalações, performances ao vivo, conferências e workshops.

Cada ano, Hors Pistes dá a um público diverso a oportunidade de estarem imersos num universo multidisciplinar de arte e mídia, para explorar as rupturas e as mudanças que surgem nas formas contemporâneas de filmes e narrativas, e desencadeiam novas fronteiras.