O artista Miro Soares apresenta cinco obras em exposição em Berlim, na Kunsthalle Am Hamburger Platz. A “un-stable.eu” trata-se de uma exposição coletiva que reúne artistas, pensadores e ativistas cujos trabalhos colaboram para se pensar o cenário do continente europeu atual como colocam em questão os organizadores do evento, Axel Roch and John Koster: “A Europa – seja concebida como uma entidade política, econômica ou cultural – já não pode ser tida como certa, e não apenas o seu futuro, mas também sua forma atual está em questão iminente”.

Além da exposição, os participantes são convidados a apresentar e discutir seus trabalhos na Kunsthalle Am Hamburger Platz em eventos programados de outubro até 13 de novembro. O evento conta com a colaboração da Weißensee Academy of Art Berlin.

Miro exibe na mostra uma série de três fotografias chamada ‘Geopolítica nas ruas’ e dois vídeos/instalação um de mesmo nome e outro chamado ‘Geopolítica das ruas’. Mineiro, mas radicado em Vitória, Espírito Santo, o artista trabalha na interseção dos campos da fotografia, do cinema, do vídeo e de novas mídias. Lidando com ambos os meios analógicos e digitais, seus trabalhos exploram os conceitos de mobilidade e de arte contextual. Miro é mestre em Arte Contemporânea pela Escola Superior de Arte de Grenoble e mestre em Artes e Mídias Digitais pela Universidade de Paris 1 Panthéon-Sorbonne. É doutor em Artes e Ciências da Arte pela Universidade de Paris 1 Panthéon-Sorbonne. Atualmente é professor do curso de pós-graduação em Fotografia da Universidade Vila Velha.

Seus trabalhos têm sido exibidos em exposições, festivais de cinema e festivais de arte eletrônica em diferentes países como França, Noruega, Turquia, entre outros. Miro também foi premiado pela Fundação Bienal de São Paulo, teve trabalho comissionado pelo Centre Pompidou, na França, e recebeu bolsa de produção da Bergen Kommune, na Noruega. Realizou residências artísticas em sete países: Países Baixos, Finlândia, Alemanha, Noruega, Eslovênia, Lituânia e Letônia.