Trabajos del estudio, de Eva Hesse.

Entre outros livros e textos que estou lendo e relendo no momento – com enfoque especial em artistas mulheres – recomendo o Ensaio de Briony Fer, publicado por ocasião da exposição Eva Hesse, Trabajos del estudio, que teve lugar na Fundação Antoni Tàpies, Barcelona, em 2010.
Eva Hesse (1936-1970) realizou um número significativo de pequenos trabalhos experimentais junto com as esculturas de grande formato que fez ao largo da sua carreira. Estes objetos, as denominadas “peças de prova”, foram elaboradas com ampla gama de materiais, como o látex, a tela metálica, o metal para esculpir, a fibra de vidro e a gaze, entre outros. Briony Fer argumenta neste ensaio que, em lugar de ser meras investigações técnicas, estes pequenos objetos questionam de maneira radical as noções convencionais em torno do que é uma escultura. Denominando-os trabalhos de estúdio ao invés de “peças de prova” Fer nos oferece uma nova interpretação do lugar que ocupa Hesse como artista no contexto histórico e mostra a relevância de sua obra na arte contemporânea. Descreve a sensualidade visceral das pequenas peças em relação com o que significa para a artista levar a cabo a obra, e a maneira em que os processos de criação se transformam até chegar ao olhar do espectador.

Briony Fer é historiadora e crítica de arte; professora de história da arte na University College London. Escreve sobre diversos tópicos da arte do século XX e contemporânea. Escreveu sobre numerosos artistas, focalizando sua pesquisa em torno da escultora americana Eva Hesse.