A Matias Brotas arte contemporânea comemorando o seu quinto ano de atuação no mercado capixaba, inaugurou no dia 19 de maio, a exposição Entre Linhas do artista capixaba autodidata Raphael Bianco.

Sua primeira individual foi a exposição “O foco aquém da tela” com texto do consagrado critico carioca Paulo Sergio Duarte, apresentada pela Matias Brotas arte contemporânea em 2007, juntamente com o artista também capixaba e residente no Rio de janeiro, Paulo Vivacqua. Em 2008, participou da coletiva “Nomadismo e Territorialização”, com curadoria de Lincoln Dias, sediada simultaneamente na Matias Brotas e na galeria de arte Espaço Universitário, UFES.

Raphael Bianco tem uma trajetória que, desde sua série “Luzes”, iniciada em 2003, vem demonstrando especial interesse por pesquisas que buscam provocar reflexões a partir de desafios propostos ao olhar. Se, na série “Luzes” o olho encontra imagens de paisagens desfocadas, eventualmente sobrepostas por lâminas reflexivas e deslizantes, na série “Horizontes”, que integra a presente individual, elementos clássicos de paisagem são apresentados em diversos suportes, através de repetições e distorções, refletidas por espelhos integrados às obras que remetem aos limites e peculiaridades da memória. Paisagens oníricas, arquetípicas e atemporais promovem experiências visuais que levantam questões como busca, medos, desejos e solidão, além de um embate entre transitoriedade e permanência.

Texto Crítico por Fernando Pessoa