A 12ª edição da Feira Internacional de São Paulo reunirá galerias do Brasil e do mundo, e, terá novo espaço dedicado ao design.

SP-ARTE 2016 abre ao público no dia 7 de abril, no Pavilhão da Bienal

Está chegando mais uma edição da Feira Internacional de Arte de São Paulo, a SP-Arte. Entre os dias 07 e 10 de abril, a capital paulista vai respirar arte com a presença de cerca de 120 galerias, sendo 15% delas inéditas. Em sua 12ª edição, a SP-Arte traz para o Pavilhão da Bienal algumas galerias mais influentes do mundo, como as internacionais David Zwirner, Michael Werner e Gagosian (Estados Unidos), White Cube e Lisson (Inglaterra), Continua e Cardi (Itália), kurimanzutto (México) e neugerriemschneider (Alemanha).

Mas além das galerias e diversos artistas presentes, a edição desde ano traz uma série de novidades em seus setores curados. Luiza Teixeira de Freitas é a responsável pela curadoria da terceira edição do Setor Solo, dedicado às mostras individuais de artistas. Em sua maior e mais internacionalizada edição, o setor Solo recebe 16 galerias, das quais 11 estrangeiras, a maior parte delas estreante na feira, como a Nicodim (Los Angeles), que apresenta o artista polonês Przemek Pyszczek; Richard Saltoun (Londres) com o francês Henri Chopin; Slowtrack (Madri) com o espanhol Juan Zamora; espaivisor (Valência), com o inglês Hamish Fulton; PSM (Berlim), com a paulistana Marilia Furman; Lisa Bird (Viena), com o alemão Maximilian Prüfer; Casas Riegner (Bogotá), com o colombiano José Antonio Londoño, entre outros.

Voltado para grandes instalações em diálogo com a arquitetura do icônico Pavilhão, o Open Plan este ano apresenta obras inéditas comissionadas especialmente para a Feira. Com curadoria de Jacopo Crivelli Visconti, o setor terá exposições de artistas de galerias também inéditas na feira: Fonti (Napóles) com o artista italiano Seb Patane; ProjecteSD (Barcelona) com o espanhol Asier Mendizabal; Rodeo (Londres) com o cipriano Christodoulos Panayiotou; Simon Preston (Nova York) com a americana Victoria Fu; e a Ultravioleta (Cidade da Guatemala) com o porto riquenho Radamés “Juni” Figueroa.

Novo setor design
Cada vez mais destaque na produção brasileira contemporânea, o design terá um espaço exclusivo na 12ª edição da SP-Arte. Para estrear em grande estilo, o novo setor delineará uma história do mobiliário nacional, exibindo desde as primeiras peças criadas no país até produções do design moderno.

O terceiro andar vai abrigar um setor com os destaques do design autoral do Brasil com nomes como ETEL, DPOT, Firma Casa, Artemobilia, Mercado Moderno, OVO, entre tantas galerias que têm em seus catálogos nomes como Luciana Martins e Gerson de Oliveira, Jader Almeida, Zanini de Zanine, e outros celebrados designers contemporâneos. Além deles, clássicos criadores do mobiliário modernista do Brasil marcarão presença como Giuseppe Scapinelli, Gregori Warchavchik, Joaquim Tenreiro, Jorge Zalszupin, Lina Bo Bardi, Oscar Niemeyer, Sergio Rodrigues e Zanine Caldas.

SP-Arte
Datas abertas ao público:
7, 8 e 9 de abril – das 13h às 21h
10 de abril de 2016 – das 11h às 19h
Pavilhão da Bienal
Parque do Ibirapuera, Portão 3
São Paulo, Brasil
Entrada: R$ 40,00 [geral] – R$ 20,00 [meia*]

*estudantes, portadores de deficiência e idosos [necessária a apresentação de documento]
O Vale-Cultura poderá ser utilizado para o abatimento de 50% do valor do ingresso.