Suzana Queiroga foi convidada para uma exposição autoral no Museu Nacional de Belas Artes do Rio de Janeiro, que abriu no dia 16 de maio e segue até outubro. A mostra possui quatro obras da artista, sendo uma delas o ‘Rioma’, criada especialmente para o projeto do museu chamada ‘Ver e sentir através do toque’. A obra é uma cartografia baseada no centro do Rio de Janeiro a ser sentida pelos dedos das mãos. Nas palavras da própria artista, ela considera essa exposição a mais delicada que já realizou.

Outro trabalho na mostra é “Topos”, onde a percepção visual pode ser minimizada e outros sentidos precisam ser ativados, o relevo, junto a outras obras, ganha novas dimensões e um espaço ampliado.

Para quem não conhece, “Ver e sentir através do Toque” é um projeto de acessibilidade para pessoas com deficiência visual, uma ideia do museu para incluir cegos e portadores de baixa visão no circuito da arte do MNBA-RJ. O objetivo do Projeto é tornar a experimentação estética promovida pelas obras de arte, assim como a história da arte e dos processos artísticos, acessíveis aos cegos e portadores de baixa visão.

A artista plástica carioca Suzana Queiroga despontou nos anos 80, época em que a exposição “Como vai você, Geração 80?”, no Rio de Janeiro, em 1984, apresentou a produção de cerca de 100 jovens artistas e modificou significativamente os rumos da arte no Brasil. Pinturas, desenhos, esculturas, instalações, vídeos, infláveis e intervenções urbanas são as várias expressões as quais Suzana Queiroga se dedica. Mestre em Linguagens Visuais pela Universidade Federal do Rio de Janeiro, leciona Pintura e Desenho na Escola de Artes Visuais do Parque Lage, Rio de Janeiro. A artista já recebeu cerca de 11 premiações nacionais entre elas, o 5º Prêmio Marcantônio Vilaça /Funarte para aquisição de acervos, em 2012; Prêmio Nacional de Arte Contemporânea/ Funarte, em 2005; a Bolsa RIO ARTE, em 1999; e os X e IX Salões Nacional de Artes Plásticas, entre outros. Também participou de inúmeras coletivas nacionais e internacionais, além de diversas individuais.